Imprensa

Notícias

Confederação

Associação Comercial do Amazonas foi sede para o encontro da Confederação das Associações Comercias e Empresarias do Brasil

A reunião que aconteceu pela primeira vez na capital amazonense, teve a presença de representantes de Federações e Associações Comerciais de vários estados brasileiros e debateram assuntos do segmento comercial em nível nacional.

15 de setembro de 2022 às 12:27 Compartilhe

Por Luana Lopes

Supervisão e Edição: Paulo Couto

Foto: Luana Lopes

A 3ª Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil – CACB foi realizada na segunda-feira, 12 de setembro, na sede da Associação Comercial do Amazonas -ACA. A reunião foi presidida pelo presidente da Confederação, Alfredo Cotait Neto, e pelo presidente da Federação das Associações Comercias do Amazonas – FACEA, Jorge de Souza Lima.

A reunião que começou às 9h, teve a presença da presidente do Conselho Nacional da Mulher Empreendedora e da Cultura, Ana Claudia Badra Cotait; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Informação do Amazonas – SEDECTI, Angelus Figueira; e o secretário Executivo da SEDECTI, Valdenor Cardoso, representando o governador Wilson Lima; além dos demais representantes das Federações e Associações Comerciais do Brasil.

Foto: Luana Lopes

O intuito da reunião é fazer com que as entidades do Sistema CACB conheçam diferentes regiões do país. Este ano, a Confederação já visitou cidades como Maringá-PR, Vitória-ES e Fortaleza-CE.

Ficamos muito gratos com todo o empenho na organização deste encontro, o primeiro que a CACB realiza no Amazonas. Quero agradecer também a hospitalidade extraordinária do Amazonas, muito obrigado, agradeceu Alfredo Cotait.

Em destaque, Cotait pautou o projeto de desenvolvimento da rede das Associações Comerciais. Este ano, a sua gestão está fazendo um diagnóstico, conhecendo a realidade de suas entidades, buscando entender as dificuldades e preparando ações que possam fortalecê-las.

Ainda segundo ele, 2023 será o ano da implantação destas ações e 2024 o ano da colheita de resultados.

Estou muito otimista com o que temos feito e com a certeza de que cada vez mais estaremos fechados com nossas Federações em busca deste objetivo, afirmou o presidente.

Serviços

Grande parte da pauta do encontro desta segunda-feira esteve voltada para os serviços que a CACB disponibiliza à rede. Ernesto João Reck, 1º vice-presidente da entidade, convidou todas as Federações e Associações Comerciais a se conscientizarem da importância do tema para o fortalecimento do Sistema.

Estamos conhecendo as dificuldades que vocês têm para conversarmos e chegarmos, juntos, a uma solução e para sabermos o que podemos fazer diferente, disse.

Foto: Tiago Cardoso

O diretor de Serviços da Confederação, Maurici Dias Gomes, fez uma apresentação sobre tudo o que é oferecido nesse sentido, como certificado digital e de origem, Boa Vista Serviços, mediação e arbitragem e o Instituto de Talentos, programa de inclusão social e profissional de estagiários, aprendizes e Pessoas Com Deficiência.

 Esse último ainda está em fase de implantação, mas em breve, estará disponível a toda a rede, destacou Maurici Gomes.

Maurici apresentou, ainda, a proposta de criação de um comitê, que vai promover uma agenda positiva de propostas que possam fortalecer Federações e Associações Comerciais.

Também participaram da agenda o diretor de Relações Institucionais da Certisign, Leonardo Gonçalves, que falou sobre o retorno da parceria com a CACB para a emissão de certificado digital, e o diretor Comercial da Boa Vista Serviços, Alexandre Cambá, que apresentou as ferramentas disponíveis para a rede. Segundo ele, o grande diferencial, hoje, são as soluções baseadas no cadastro positivo, que, unido aos dados negativos tem auxiliado seus clientes a venderem muito acima da média.

As estratégias de fortalecimento da rede CACB, foram apresentadas pelos superintendentes Cláudio Queiroz e Carlos Rezende, que abordaram a criação da NEWCO e de uma Identidade Padrão para o Sistema CACB.

Foto: Tiago Cardoso

Valmir Rodrigues, Diretor Financeiro da CACB e Cláudio Queiroz, Superintendente Financeiro, fizeram prestações de conta sobre entradas e saídas de receitas e as regularidades no pagamento das mensalidades por parte das Federações.

As pautas Legislativas, defendidas pela CACB no âmbito nacional, foram apresentadas pelo vice-presidente Anderson Trautman.

Desenvolve Mulher Empreendedora

A presidente do Conselho Nacional da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC), Ana Claudia Badra Cotait, trouxe à pauta o projeto Desenvolve Mulher Empreendedora, lançado no fim de agosto.

O objetivo do projeto é realizar ações que promovam sensibilização, gerem conscientização quanto a responsabilidade e necessidade de mudança em relação ao cenário atual do protagonismo feminino no Sistema CACB.

Foto: Luana Lopes

Segundo ela, o próximo passo é a realização de 28 encontros – um em cada estado, mais o Distrito Federal e mais um nacional – para tratar do alinhamento das diretrizes do projeto. Cada encontro terá duração de 8h e está previsto acontecer entre os meses de outubro e dezembro de 2022.

 Os objetivos são ampliar a participação das mulheres na liderança das entidades, fortalecer o movimento, reduzir as barreiras invisíveis, fomentar a atuação em rede e fortalecer a presença das mulheres nos processos, disse.

Ana Claudia pediu que os presidentes se envolvam e ajudem a sensibilizar as Associações Comerciais a engajarem seus executivos e corpo técnico a conhecerem o projeto e interajam com o CMEC.

Para estes encontros, que vão acontecer até o fim do ano, vamos disponibilizar instrutores, metodologia, material de sensibilização e catering. Esperamos que as Federações mobilizem o público e disponibilize o espaço e o equipamento, explicou.

A presidente não deixou de mencionar a importância da autoestima elevada da mulher, pois acarreta diretamente e positivamente nos resultados dos projetos e a sororidade feminina, uma vez que as mulheres devem promover uma união entre elas, baseadas na empatia e no companheirismo, em busca de alcançar objetivos comuns.

A mulher com uma boa autoestima consegue ser produtiva até, cinco, dez, quinze vezes mais, disse a presidente da CMEC.

Foto: Luana Lopes

O CMEC realiza parcerias para ofertar às mulheres empreendedoras produtos e serviços que facilitem a gestão de seus negócios e melhorem seu desempenho no mercado. São linhas de crédito especiais, plataformas de e-commerce e eventos que promovem o networking entre as empresárias.

Foto: Luana Lopes

Ana Claudia agradeceu a presença da Diretora Técnica do SEBRAE-AM, Adrianne Antony, com que poderá contar com a parceria para capacitar ainda mais as mulheres empreendedoras.

Tenho certeza que o CMEC do Amazonas será um sucesso, porque todas as mulheres que estiveram presentes nesse encontro, são empreendedoras e carismáticas, disse Ana.

Foto: Luana Lopes

Buscar

Compartilhe

Associação Comercial do Amazonas foi sede para o encontro da Confederação das Associações Comercias e Empresarias do Brasil

Guia de Associados